A Cidade

Primeira cidade das Lavras Diamantinas, coração da Chapada Diamantina, onde Cazuza do Prado descobriu os primeiros diamantes no leito do Rio Mucugê em 1844, dando início ao ciclo diamantífero que perdurou por quase um século. Incrustada entre montanhas e centro do Estado da Bahia, a cidade pequena, aconchegante e DSC_1351tombada pelo Patrimônio Histórico, com 980m de altitude e temperatura média em torno de 18º a 19º, o local se ergueu como um presépio na Serra do Sincorá no coração da Bahia.

Possui um conjunto arquitetônico, tombado pelo IPHAN desde 1980, em estilo colonial bem cuidado, destacando-se o cemitério em estilo Bizantino (único nas Américas), igrejas, casario e uma gastronomia consolidada.

Além de muita história e cultura, Mucugê é dona de um grande patrimônio Natural abrigando 52% de todo Parque Nacional da Chapada Diamantina e o Parque Municipal de Mucugê, oferecendo locais de rara beleza, como cachoeiras, paisagens, vales e canyons, histórias de lutas pela posse do garimpo, de defesa contra a Coluna Prestes e de destemidos coronéis que eram respeitados pelo poder e riqueza. A flora está repleta de lindas espécies vegetais, como bromélias, canelas-de-ema, begônias, e as requisitadas orquídeas.

O acervo cultural, histórico, ambiental e festivo do local justificam a permanência do visitante de janeiro a dezembro.